sábado, 20 de junho de 2009

Teu Som Guitarra






TEU SOM GUITARRA
Efigênia Coutinho


Há um som que me acompanha
sempre pungente, romântico, que
lancina da guitarra
e que só tu sabes dedilhar.
Geme sensual ,aflita
e quanto tanges ressuscita minha alma
das loucas corredeiras da vida!


Chegas, redentora, desenhando
meus sonhos pelo universo
e neste verso tu me desafias,
salgando minhas fantasias,
derramado teu tom,
fazendo-me recordar
dos sonhos que sonhávamos juntos!


Geme por coisas distantes!
Um sonho que se afunda noutro sonho,
murmuram os mesmos desejos,
desejando todos os beijos
ao som da guitarra
que dedilhas suavemente
o fado que juramos eternamente...


Balneário Camboriú
Abril 2008

45 comentários:

Multiolhares disse...

Bonita forma de dedilhar o amor eterno
Namastê

Francisco disse...

Amiga Efigênia.

Quanta saudade e inspiração um fado e uma guitarra nos trazem.
Me senti em Portugal... o pá!!
Bjs!!

manuel marques disse...

O fado não é só uma expressão musical, e é isso que lhe traz toda a magia. Implica actitude, é uma forma de estar na vida.


Um beijo querida amiga.

Poetíssima disse...

Nossa..

chegou aqui o que passou no poema!

Abraços!

Poetíssima
www.soirild.blogspot.com

Osvaldo disse...

Oi, Efigênia;

Que belo poema dedicas à mais bela e genuina das Guitarras, que é a Guitarra do Fado...

Esta guitarra de doze cordas, que toca, canta, chora e ri conforme os sentimentos do seu povo, este povo que somos todos nós, herdeiros da língua de Camões!.

Obrigado, Eugênia pelos nobres sentimentos de publicares tão belo post.

bjs
Osvaldo

lupussignatus disse...

o som

do

sonho

Je Vois la Vie en Vert disse...

Lendo as belas palavras do teu poema, lembrei-me da música "Guitarra Toca Baixinho" de
Francisco José com agrado,

Beijinhos da

Verdinha

lili laranjo disse...

Efigénia
E eu fico com pena de estar tão longe...
tinhamos tanto para partilhar...
Quando for ao Brasil quero ver muitas de vocês...
um beijinho grande e...

LAGO


Lago largo lindo e límpido
Olho a água e vejo os peixes
Olho a água e vejo-a azul e transparente
Ao longe...a ponte...

Ponte lembrando a forma de uma mulher...
Ponte serena e esplêndida...
Com formas firmes e fortes...

E ao olhar:
...A água...
...O lago...
...A ponte...

Atravesso-a e consigo...
Sentir-te e abraçar-te!...


Lili Laranjo

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Efigênia, sempre gentil nas palavras que nos escreve! É bom saber que proporcionamos isso nas pessoas!

Acabei de ler um texto mais ou menos com esse mesmo tema e parei nesse trecho: fazendo-me recordar
dos sonhos que sonhávamos juntos!


Até mais!

Jota Cê

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amiga! Como sempre, mais uma bela criação. Passei para te desejar que a semana que se inicia seja de muita paz, amor, saúde e felicidades.

Beijos,

Furtado.

Pena disse...

Oh, Admirável e Fabulosa Poetisa de Sonho:
O seu deslumbrante e magistral sentimento poético genial não pára.
"...Chegas, redentora, desenhando
meus sonhos pelo universo
e neste verso tu me desafias,
salgando minhas fantasias,
derramado teu tom,
fazendo-me recordar
dos sonhos que sonhávamos juntos!..."


Lindo. É linda, sabia...?
Simplesmente, MÁGICO. Notável.
Excelente. Adorei.
Bem-Haja, por possuir uma Alma poética sensível gigantesca.
Um poema delicioso e sublime do seu harmonioso "sentir" e "ser".
Parabéns sinceros.
Beijinhos de apreço pela amizade.
Com imenso respeito e estima.
Sempre a admirá-la

pena


Linda...!

Léo disse...

Ouve Pink Floyd e delicie-se no som da guitarra.

Eu fecho os olhos, deito-me na cama e PENSO.

O Som da guitarra é deverás hipnótico.

Direto do Rio. Roqueiro sabe de guitarras. rsrs.
Beijos moça poetisa. Sou teu fã.

Marco Sistinne disse...

Olá Efigênia, gostei muito de suas palavras na poesia; o que me chamou a atenção foi você se referir ao dedilhar da guitarra; única que derrama seu tom lancinante fazendo sonhar. Lindo o dom da poetisa que és, me fez recordar de sonhos que não sonhei desacompanhado.

Abraços
Marco

Zé Al disse...

Primeiro agradecer a visita e a honra que me deu em visitar o meu blog.Fiquei maravilhado com este lindo blog que tem um aspecto lindo e muito bem construido!Como sempre adorei poesia é com muito gosto que irei sempre visitar este blog e ler estes lindos poemas,claro como Português e natural de Lisboa fiquei maravilhado com este poema à nossa guitarra e fado que adoro!Prabéns e Beijos do amigo Zé Al

Alvaro Oliveira disse...

Amiga

Neste poema, nasceu-me a emoção,
pelo gemer plangente da guitarra,
que vive a saudade , que chora tristemente.
Lindíssimo este poema

Um beijo, querida amiga pelo poema que é um fado.

e o beijo habitual

Alvaro

Princesa disse...

ma vida sem amar seria solidão,
Uma vida sem ternura seria cruel,
Uma vida sem confiança seria vazia,
Mas uma vida sem amigos não seria vida!!!

Um beijo e uma boa semana cheia de felicidade

Eli Sandra Barbosa disse...

Olá querida. Como vai? A muito tempo não visito seu blog(aliás, nem mesmo o meu. Estava trabalhando no meu trabalho de conclusão de curso em todo o tempo vago. Agora que já entreguei, defendi e fui aprovada, posso respirar tranquilamente. Então, vim relaxar e curtir e viajar um pouco nas suas belas palavras e no seu talento. Parabéns pelo poema.
Bjos.

tossan disse...

O amor no solo de uma guitarra! Lindo poema! Beijo

Prof. Israel Lima disse...

Amiga Efigênia!

Saudades!!!

E muito bom estar neste seu espaço mágico.

Tenha uma excelente semana.

Um grande abraço.

António Manuel disse...

Amiga Efigênia:

Sublime este texto!

È Maravilhoso estar aqui.

Tenha uma Semana cheìa de realizações:

Os Meus melhores comprimentos

Antònio Manuel

netuno artes disse...

Palavras, simples palavras que encantam, acariciam nossos ouvidos e massageiam nossos corações, como é belo esse dom da palavra, da escrita,
agradeço sua visita e volte sempre,
abraços netunianos

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Efigênia,

Sensualidade nas palavras que gemem o amor. Você sabe dar vida aos seus poemas. Lindo!

Beijo imenso, menina linda.

Que sua semana seja de luz!

Rebeca


-

Jorge Sader Filho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Sader Filho disse...

Encanta-me o valor que você dá aos fatos da Vida, Efigênia! Sempre muito autêntica, desta vez aguardando o dedilhar na guitarra, "desenhando meus sonhos pelo universo", como diz com muita poesia.
Abraço.

Luis F disse...

Um bonito momento, onde escutei o som da guitarra

PArabens

Com amizade
Luis

cris disse...

Me identifiquei muito com essa sua poesia minha ídala(rsrsrs)!!!

Sabes muito bem o que faz.
Tem um selinho pra vc lah no meu blog.

Beijinhos,
Cris.

Machado de Carlos disse...

Meu Cisne
http://ilove.terra.com.br/autores/TEXTO.ASP?idpi=742

O´ Cisne branco de voz tão pura!
Nesta tristeza, chegaste de mansinho;
Embebi na tua paz, no teu carinho;
Esqueci o pretérito de amargura!


Ouço tua cantiga... É só ternura
a alumiar o meu denso caminho!
Transformaste em flor o meu espinho;
Não sofro mais na noite escura...


Ah! Cisne branco, eu queria apenas
acariciar a tua face pequena,
que a minha existência abençoa.


Ah! Cisne branco! Teu perfume exprime
Este momento grande e sublime!
...nas tuas asas... meu espírito voa!...


Carlos,

Ribeirão Preto, 26 de abril de 2003
23h58 min.

Gleidston disse...

Maravilhoso poema, ouve-se o dedilhado da guitarra, quanta inspiração Efigênia parabéns.

otima semana pra voce,

big bjcss

MARTHA THORMAN VON MADERS disse...

...o amor tocado em notas musicais...

Ana Martins disse...

Efigênia,
Que maravilha... "..O fado que juramos eternamente..."

L I N D O !!!!

Beijinhos,
Ana Martins

Ricardo Calmon disse...

Entre fados e rubro vinho, NOW, poema teu li e vinho mais bebi,envolvido em cantar teu de amor e vida!

Bzu mãos suas,pessoa linda mulher!

Viva Vida!

Zeus disse...

Olá amiga Efigênia,perdoe-me a ausência momentânea,mas estou de férias do pc,rsrs,mas aproveitando a visita te deixo o seguinte pensamento de Lenin:

É preciso sonhar, mas com a condição de crer em nosso sonho, de observar com atenção a vida real, de confrontar a observação com nosso sonho, de realizar escrupulosamente nossas fantasias.

Sonhos: acredite neles

Beijo no coração e seja feliz

Isabel José António disse...

Caríssima Poetisa,

Parabéns pelo poema em suaves dedilhações de guitarra.

Aliás, também toco um pouco de viola (vocês lhe chamam violão) e canto. Muitas vezes com a Isabel, minha mulher. Foi assim, cantando, que nos reconhecemos como almas em busca da mesma dimensão.

Ecoam notas soltas, equilibradas
Nestas melodias bem conseguidas
Em violinos e violas bem tocadas
Prontas para jornadas dirigidas

Sons que não se sabe como soam
E dimensões ocultas estão aqui
Atravessam os ares e quase voam
Vivendo a vida, que eu bem vi

De onde vêm as combinações musicais
Que nos tocam sempre os corações
Se não sabemos se são elas as tais
Pois se misturam em mil combinações

Toca agora, viola minha amiga
Num dedilhar bem aprimorado
Que a tua celestial cantiga
É capaz de descobrir um novo fado.

Um grande abraço para si, querida amiga.

José António

Lobodomar disse...

Boa tarde.

Puro lirismo, em um poema que parece conduzir o leitor em uma dança.

Parabéns, Poetisa!

Grande abraço!

André L. Soares
http://poemasdeandreluis.blogspot.com/

cristinasiqueira disse...

Rara sensibilidade
ao tocar palavras com seu dedilhar,
notas de amor
o tom da guitarra é lamento
vivo Tejo sentimento


Com ternura,

Cris

Pena disse...

Genial Amiga Poetiza de sonho:
Ao vibrar da guitarra, FASCINA!
Possui sonhos lindos. Puros. Extraordinários no seu sublime versejar.
Encanta, sabia...?
Beijinhos do maior respeito.
Sempre a estimá-la e a respeitá-la pela sua linda significação como poetiza e Ser Humano fabuloso.

pena

Linda...!

poetaeusou . . . disse...

*
bela guitarrada,
que tão bem dedilhaste,
,
parabens,
,
uma mulher
é como uma guitarra
não é qualquer
que lhe toca
e faz vibrar . . .
,
in - tradicional,
,
*
conchinhas, deixo,
,
*

Dalton França disse...

Querida Efigênia, sua poesia transcende a musicalidade contida em todo romântico saudosismo.
Grato por nos conduzir pelos caminhos da beleza literária.
Um grande beijo, amiga!

Valdemir Reis disse...

Olá amiga Efigênia, bom te ver! Belissimo trabalho, encantado, maravilhoso, parabéns. Apresento o texto abaixo:
“Antes de falar, escute.
Antes de julgar, espere.
Antes de rezar, perdoe.
Antes de escrever, pense.
Antes de desistir, tente.
Na busca por mim, descobri a verdade.
Na busca pela verdade, descobri o amor.
Na busca pelo amor, descobri Deus.
E em Deus, tenho encontrado tudo.
Enquanto navegar pela vida
Não evite tempestades e águas bravias.
Apenas deixe-as passar.
Apenas navegue e continue.
Sempre se lembre:
mares calmos não fazem bons marinheiros.
O mais importante em qualquer jogo não é vencer,
mas participar.
Da mesma forma, o mais importante na vida não é o triunfo, mas o empenho.
O essencial não é ter vencido, mas ter lutado bem.” A. d.
Agradeço fortemente de coração a sua atenção e a sua gentileza. Deixo votos de uma semana repleta de muitas conquistas, muitas bênçãos e que reine a paz, saúde e proteção, brilhe sempre! Fique com Deus. Encontraremos-nos sempre por aqui. Felicidades.
Valdemir Reis

Supermamá disse...

Gracias Efigênia por tu paso y tus palabras en uno de mis blogs. Prometo leer tus versos, y regresar de nuevo a deleitarme con el sonido hermoso de tus letras.

Un abrazo

Ana Martins disse...

Efigênia,
há no meu blogue uns mimos para si.

Beijinhos,
Ana Martins

Isa disse...

Admiro e amo a sua Poesia;e a Senhora que é!
Tem um selo para si.
Beijo.
isa

virgínia além mar- peixe voador disse...

Efigenia Poeta tua inspiração nos aleva aos sons penetrantes, abraços de admiração e carinho,

BAR DO BARDO disse...

Qualquer música: guitarra, harmônio, realejo...

Tais Luso de Carvalho disse...

Amiga querida, quem me dera dedilhar o amor em notas musicais, na cordas de uma guitarra! Deixo para os poetas; vocês sabem como fazer...

beijão
tais luso