domingo, 15 de fevereiro de 2009

Tim-Tim

Tim-Tim
Efigênia Coutinho

Nesse Tim-Tim, poeta fazedor
de sonhos em poesias, ás vezes
parece até que nos conhecemos
fora do mundo, profundo amor.

Olhos sonâmbulos, avanço segura
por vezes hesitante, outras brilhante,
qual pluma dançando poesia pura,
indo leve para um vôo gigante...

Ah!...mágicos aromas de sortilégios
nesse reino de cumes e abismos
pela janela da vida te vejo girando...

Apenas guarda teu sonho diverso
para unir tantos sons ao reverso
nossas mãos enlaçadas Tim-Tim!...

Balneário Camboriú
05-02-2009