domingo, 22 de março de 2009

Sedução

Sedução
Efigênia Coutinho

Por este teu gesto de olhar
Ardente...o desejo a verter
vem suavemente acariciar
incessante este meu querer.

Envolvendo-me de sedução
provir , soma ao sentimento
transfundindo toda razão
em um aprazível acalento!

Tão augusto é te desejar
quão magnífico é o sentir
e toda sedução irradiar.

Ao encantado amanhecer
nosso desejo murmurar
em tempo algum irá perecer!

Balneário Camboriú
março 2009

21 comentários:

rodri disse...

Seductores versos, Efigênia, llenos de lírica y deseo.
BESOS

Scarlet disse...

Desculpe por não comentar e ser sua seguidora!!
Não tive muito tempo para isso, no momento. Mas agora, posso falar porque sou sua seguidora.
Eu simplesmente amo poesias, e admiro muito as suas. Impossível explicar esse meu amor, como impossível explicar como você faz obras tão fantásticas!!
Continue assim!!
Até!!
Scarlet

Angelus disse...

Suaves y tersos versos que respiran ese aroma de soñar siempre con la belleza, felicidades!!!

poetaeusou . . . disse...

*
a verdadeira sedução
é acolher o teu olhar
aliciação quase suborno,
de um augusto amanhecer,
,
serenas maresias,
deixo,
,
*

manuel marques disse...

O coração tem razões que a própria razão desconhece.”


Um grande beijo querida amiga.

Alvaro Oliveira disse...

Lindo soneto,
perfeita sedução.

Parabéns amiga

Beijos.

Alvaro Oliveira

manzas disse...

Como sempre, um belo soneto cara amiga!

Engano com palavras mudas o grito que cala
Esperanças na ponta da lança que fere o peito
Atingindo sentimentos sentidos por defeito
Descritos pelo som da escrita, que por si fala

Passando para agradecer a gentil visita
Retribuindo de uma forma que emana
Em aqui estar e ler sua sublime escrita
E desejar-lhe uma extraordinária semana

O eterno abraço…

-MANZAS-

Daniel Costa disse...

Efigéna

Adorei ficar seduzido, digo rendidos, ao belo poema proporcinado.
Considerações,
Daniel

Isabel José António disse...

Querida Amiga Efigênia Poetisa,

Muito bonito este post sobre a sedução.

Parabéns já é uma palavra gasta.

Um grande abraço

José António

Luis F disse...

Um poema muito sensual, em magicas palavras de encanto.

Adorei ler, os meus parabéns

Com amizade
Luis

Carlos Bayma disse...

Encantado com sua visita aos meus blogs. Vim retribuir, mas ficarei por aqui um bom tempo agora e voltarei outras vezes.
Carlos.

Antonio Paulo disse...

Bela poesia como toda sua obra. É esse seu jeito de ser e de viver que a torna assim. Com uma alma iluminada.E agradeço sua presença no meu blogue.

Francisco Silveira disse...

Tua poesia é sempre sedutora!!
...e em tempo algum irá perecer.
Abraços

Nilson Barcelli disse...

Belo soneto querida amiga.
Quando o gesto se junta ao querer... "soma ao sentimento transfundindo toda a razãp em um aprazível acalento!"
Diria que na sedução (e na paixão) a razão é inversamente proporcional ao sentimento...
Bom resto de semana,
Beijo.

Eliane Accioly disse...

Querida Efigênia,

nos cruzamos em vários espaços da internet.
Indiquei seu blog para um selo.
Entre no meu blog e siga o mapa.
Gostaria muito de me reaproximar de você.
Beijos,

Eliane

Severino Cordelista disse...

É um poema muito sedutor. Obrigado, Efigênia. Caloroso abraço!

Sandokan disse...

Certamente que o caminho para a felicidade não é fácil de encontrar. Porém, há uma frase célebre de Aristóteles com a qual eu concordo plenamente: "A felicidade é feita por nós próprios". Assim, se desejamos encontrar a felicidade, nós é que temos de construí-la, tentando criar um mundo (interior e exterior) que nos satisfaça mais verdadeiramente. É importante estarmos em harmonia connosco próprios, fazermos aquilo que gostamos, que realmente nos faz sentirmo-nos bem (como por exemplo: ouvir música, ler ou apenas relaxar), nem que seja, apenas, uma hora por dia, bem como estarmos rodeados de pessoas que nos confortam, que nos dão carinho e uma palavra amiga e tentarmos, ao máximo, fugir de ambientes que nos deprimem e nos stressam. Mas, não podemos estar passivamente à espera que a felicidade venha até nós ou que alguém a traga simplesmente. A receita para a felicidade é simples, nós é que a complicamos... É importante lutarmos pela nossa felicidade, mas, igualmente, pela dos outros, uma vez que da deles depende a nossa. Por isso, se não custa, assim, tanto ser felizes do que é que estamos à espera?! É que a vida é demasiado curta para sermos preguiçosos...

Carlos Barros disse...

Querida Efigênia,
Quanta sensibilidade se esparge nesse belo soneto!

Um beijo com muito carinho!
CB

Eduardo Aleixo disse...

Desejo, sedução e amanhecer, 3 coisas bonitas casadas num poema de amor.
Gostei. Beijos. Eduardo

Anônimo disse...

Querida Efigénia.
Grato pela visita ao meu espaço. Espero bem que não seja a última vêz. Espero sempre por si.

Já agora aldrabei por este lado umas pequenas quadras que embora rimem nada sei da sua métrica.

Não sou poeta nem sonhador
Nem jardineiro ou afim.
Dou tudo por uma flor
criadas em meu jardim.

Quantas vezes pensei eu
se ser poeta é sonhar.
Não sei que aconteceu
deu-me só para jardinar.

Adoro a Primavera
como adoro minha mãe.
Mesmo que fosse quimera
Adoro flores também.

As flores são o meu canto
Não as levarei p`ra sepultura
Não façam qualquer loucura
Deixai-as com seu encanto.

Nada sei de poesia
mas considero uma flor.
Dá mesmo tanta alegria
O seu perfume beleza e cor.

Espaço do João disse...

Querida Efigénia.
O comentário de anónimo, é do Espaço do João, Não consegui entrar doutra maneira. Um abraço e mil perdões. João