sexta-feira, 3 de abril de 2009

Humildade

Humildade
Efigênia Coutinho

Há muitas pessoas que querem saber
só para saber, e é curiosidade; há
outros que querem saber, para vender
o que sabem, e é o interesse que há!

Há os que querem saber para edificar
o próximo, e é a caridade na alma;
e, finalmente, há os que querem saber
para edificar-se a si mesmo, é prudência!

O conhecimento envaidece, é alimento
da soberba , inspira secreto direito
de si próprio, quase louco e criminoso.

Louco, porque a vasta ciência não é mais que
gênero da ignorância, e a verdadeira perfeição
consiste unicamente na Humildade do coração!

Camboriú, 02-04-2004

37 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
a humildade
é apanágio dos sábios,
os sábios
sabem,
que nada sabem,
e como as serpentes
são prudentes,
,
bela licção de sabedoria,
é o teu poema,
parabens,
,
conchinhas serenas, deixo,
,
*

Isabel José António disse...

Querida Amiga Efigênia,

Tão bonito e verdadeiro este soneto sobre a humildade. Muitos parabéns.

Então mais esta pequena oferta para si, do coração:

A humildade do coração
É algo que só se sente
Não é sequer uma ilusão
Não é o Sol que é quente

É uma brisa, um só sopro
Desprender-se de ilusões
Não me ligar ao que sofro
Um pulsar dos corações

Fazer-se o que é devido
Sem pensar em dividendos
Ou sequer mesmo no perigo

Ser apenas como as flores
Espalhar olores com ventos
Sem nunca olhar o umbigo

Um grande abraço

Bom fim de semana

José António

Cesar Cruz disse...

Oi Efigênia!

A tua poesia tem uma pegada e um estilo especial. Gosto muito. Aliás, já te disse que invejo os poetas? Sou incapaz de fazer uma linha de poesia... Faço só minhas prosinhas, e olhe lá!

bjão!

em tempo: tenho navegado em blogs por aí e visto horrores. Poesias fraquíssimas, cheias de lugares-comuns: "a maciez de flor da tua pele...". Difícil... Outra coisa: a pouca preocupação com o idioma é uma afronta! Outro dia li assim num blog: "Hoje acordei bem cedo e resolvi ir na escola, mesmo que eu seje mau-tratada por eles!".

Jesuis! Qtos erros vc conta aí? Demais, né? Ou será que to ficando um velho demasiadamente chato ? rs

bjs de novo

Alvaro Oliveira disse...

Maravilhoso este soneto
"HUMILDADE" cujas palavras
nos mostram toda a verdade
do que por vezes conseguimos
ser,quando nos falta a nossa
própria humildade.

Em cada poema, a amiga
Efigénia me surpreende.
Não são necessárias muitas
palavras para definir qualidade.

Um beijo e um bom fimde semana

Alvaro Oliveira

Olavo disse...

Muito bonito..
È a humildade esta perdendo de longe para a vaidade de cada um..
Beijos

Francisco disse...

Minha amiga.
Sómente pessoas com a sua sabedoria e sensibilidade conseguem definir de forma tão bela a humildade.
Aprendi de forma poética, mais um pouquinho no dia de hoje.
Abraços.

Isa disse...

Amiga,foi um prazer recebê-la no meu blog e considerá-la AMIGA.
Acredite,foi muito importante a ternura q. deixou para mim.
Beijo.
isa.

tecas disse...

Olá querida e grande poétisa Géninha, o mundo virtual é pequeno:) Cheguei ao seu blogue pela Amita.
Sempre única, na forma de estar na Arte. Humildade, amor, sensibilidade, sabedoria e partilha.
Amei querida. Uma vénia de admiração, deste lado do oceano.
A sempre amiga

manuel marques disse...

A humildade torna-nos invulneráveis .

Abraços.

manzas disse...

O sol rasga os panos do horizonte
Em pacífico brilho de sua magnitude…
Cadenciado ondular que em mar bronze,
Excelsa beleza no marulhar da virtude!

A rocha na ânsia do dia, bebe sedenta do mar,
Firmada num profundo e desigual chão azul …
Cristalizadas águas reflectem o planar,
Das majestosas e imperais… gaivotas do sul!

Gostava que comigo
Desse asas á sua imaginação,
No… “Portal da rocha… penedo do guincho!”

Um bom fim-de-semana,
Com muita inspiração
E na mente… um sorriso!

O eterno abraço…

-MANZAS-

António Manuel disse...

Efigênia:
Sinto enorme Gratidão pelos seus comentàrios agradeço muito sua atenção:
Meus Votos de uma Santa e Feliz Pascoa em companhia de toda a Familia

rodri disse...

no es lo mismo conocimiento que sabiduría, y para ser un sabio hay que tener mucha humildad...como la tuya.
BESOS

Glauco disse...

Oi.

Passei mais um bom tempo em seu blog. Parabéns!

GLAUCO

bloglauco.blogspot.com

Sonia Schmorantz disse...

E eu, humildemente, venho te desejar um maravilhoso final de semana.
beijos

gaivota disse...

a humildade é o maior valor humano!
lindo poema a caracterizar tão bem este valor
feliz páscoa!
beijinhos

Pico minha ilha disse...

Obrigada pelo conforto e carinho.Um abraço e um fim de semana de paz e amor

António Gallobar disse...

Hoje li o seu maravilhosa soneto, com uma verdade incontornavel, nos falando da Humildade. A humildade a par com a simplicidade são das qualidades que mais aprecio e que faço por cultivar todos os dias.

Parabens pelas suas belas palavras que nos ajudam muito. Beijinho

Mirdad disse...

Muito obrigado e feliz páscoa também!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Efigênia,

"e a verdadeira perfeição
consiste unicamente na Humildade do coração!"

Essa humildade que sinto sair do seu coração, além de ser verdadeira é preciosa aos olhos do criador.

Querida, maravilhosa páscoa e adoro sua presença tão iluminada.

Rebeca

-

Adrian LaRoque disse...

Muito bom, gostei muito!

virgínia além mar- peixe voador disse...

querida Poeta amiga Efigenia
mais um excelente post!Um soneto forte que solicita a transformação
necessária dos para que

parabéns !
et- fiquei imensamente contente em ver que está lendo o meu grande amigo filósofo amauri ferreira, ele é um dos melhores filo´sofos contemporâneo e colaborador do Canal de Filosofia do Espaço Ecos Portal VMD,
abraços de admiração da tua grata virgínia além mar

Multiolhares disse...

Só com humildade, podemos na verdade
aceder ao conhecimento puro, pois conhecimento que não tenha
humildade, é falso conhecimento.
Muito forte e meditativo o teu poema
beijos

Daniel Costa disse...

Efigénia Coutinho

Li, reli, voltei a reler. Meditei e achei o ponto de acordo. O poema será mais um pensamento, que obrigou a estudar.
Daniel

D M Machado disse...

rendo humildemente meus aplausos!
adorável soneto!

singelos abraços

Davi

Léo disse...

O caminho da humildade é o mais curto para uma evolução espiritual.

Direto do Brasil.
Um abraço.

ZezinhoMota disse...

Efigênia Coutinho!

Viver é poder sorrir
escrever e ler poesia
é sonhar com as estrelas
e voar na fantasia.

O poder das letras
é brincar com elas
e seguindo o seu rumo
se forma uma linda poesia.

Gostei muito da sua visita e agradeço pelo privilégio de conhecer mais uma poetisa Brasileira.

Já visitei os seus blogs e espero ser seu leitor.

Espero tornar-me seu amigo e na troca nos nossos ideais poéticos.

Feliz domingo

Bjnhs do ZezinhoMota

Valdemir Reis disse...

Olá Efigênia que maravilha de trabalho, cada vez que volto para olhar "Efigênia Coutinho e sua Poesia.", fico muito feliz e melhor! Que luz vc passa, são maravilhosas poesias, seu trabalho é ótimo, muito genuíno! Parabéns. São Francisco de Assis costumava dizer; "Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível." Por isso considero a vida uma oportunidade impar. Cada pessoa que passa em nossa vida não passa sozinha, por ser única, deixa um pedaço de si e leva um pedaço de nós. Quero de coração agradecer sua bondade e gentileza por; visitar-me, deixar belo comentário e ainda seguir. Agradeço de coração sua generosidade. Encontraremo-nos sempre por aqui. Obrigadooo!!! Tb quero desejar um feliz e divertido fim de semana. Muito brilho, sucesso e paz. Fique com Deus. Volte sempre!
Valdemi Reis

Paulo - Intemporal disse...

Wim Mertens

[também aqui]

provindo do "piano", extensão no "Intemporal".

:)

um beijo meu.

um bom Domingo.

Dona Poesia disse...

Efigênia Coutinho: eu já li o seu nome inúmeras vezes na internet, e já visitei alguns sites onde li coisas suas, não sei se era seu o site, ou de outra pessoa, mas o seu nome não me é estranho.
Fiquei agradavelmente surpresa e muito feliz em ter recebido a sua visita.
Vou ler agora os seus blogs, e esse sobre Nova York vai ser um deslumbre!
Obrigada de coração.
Estou começando no blog, e uma visita sua é um estímulo para que eu continue escrevendo. ´
Abração.

Madalena Barranco disse...

Efigência, querida, perdoe-me a demora em visitar seu lindo espaço e em lhe agradecer a simpática mensagem em meu bloguinho Flor de Morango. O site da querida Vânia tem unido muitas pessoas em elos de belas letras! Meu pai faleceu recentemente e agora, aos poucos, tento retomar minha vida na Web.

Seu poema verseja a filosofia do amor no ritmo do coração. Adorei seu blog e até breve.

Beijos.

luisa disse...

É sempre um prazer visitar o seu blog e ler tão lindos poemas.Peço desculpa por não ter respondido há sua pergunta,se a tela com as rosas amarelas foi feita por mim. Sim ,todos os quadros do blog foram feitos por mim,excepto os dois ou três que eu digo que foram feitos por amigas minhas.Além de adorar pintar ando a tirar um curso de pintura em Badajoz. Esse quadro foi feito para oferecer pelo Natal a uma amiga.Espero que vá passando sempre.
Bjs e Uma Boa Páscoa.

Edson Lariucci disse...

Interessante por demais o poema! refletir sobre o que é o conhecimento, se ele realmente existe na forma que nos é apresentado, suas consequencias, utilizações, o poder! Todos fatores fortes!!! Muito fortes! E vc conseguiu como ninguém aproximar a humildade a esse denso e nublado terreno...

Parabéns!!!

beijaum!

Ana Martins disse...

Um soneto lindo, direi até mesmo soberbo!!!!!!!

Parabéns!

Beijinhos,
Ana Martins

Zé Maria disse...

Cara Efigênia

Há pessoas que querem saber
sem saberem pessoas o que querem
E há gente que sonha conhecer
de si, o saber que não conhecem
de si, o coração descoberto

Lindo soneto. Gostei.
E é verdade
"...a verdadeira perfeição consiste unicamente na Humildade do coração".

Um grande, grande abraço

lili laranjo disse...

Efigénia

Obrigada pelapresença no meu cantinho.
Pascoa Feliz...

venho sempre por aqui...

Tentativas Poemáticas disse...

Cara amiga Efigénia
Não a tenho visitado com a assiduidade que merece.
Hoje não podia deixar de o fazer para lhe desejar PÁSCOA FELIZ.
António

Duarte disse...

Sonetos, como gosto de sonetos!

Versos que soltas ao vento,
mas que calam dentro.
Gostei, são uma boa lição,
já vão direitos ao coração.

Beijinhos e Páscoa Feliz