sexta-feira, 5 de junho de 2009

Natureza - Comemorando a semana do Meio Ambiente




NaturezaEfigênia Coutinho (Mallemont)

Quando entro numa floresta, ajoelho-me,
porque ela é a mais antiga das Igrejas,
aquela em que o primeiro homem ergueu ao céu
a sua primeira prece: saudação à Natureza!

Não há sacerdotes nesta Igreja, nem velas no seu altar,
nem fumos de incenso, que saiam dos turíbulos
de prata! Há uma multidão silenciosa,
que estende os braços robustos para o alto...

E, sobre aqueles braços, uma multidão de mãos,
se abrem para implorar a vida ao sol,que tudo cria.
A natureza mais sábia, soube na Floresta preparar
bálsamos diversos, para todos os males da alma.

Porque todas aquelas folhas verdes e sussurrantes
ao vento, dizem a sua prece no murmúrio misterioso
duma língua sem palavras, tudo reza: rezam as folhas,
e com elas os insetos da Terra nos ramos entre a cortiça!

Eu me encontro como uma criança, num berço onde a
vida germina e cresce, lenta, esperançosa,apontando
a Natureza Futurecida! Nasce-se e morre-se a cada
hora a cada minuto naquele berço esmeraldino e fresco...

Brasil, Rio de Janeiro,30,10.2003

30 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Salve, Efigênia. Que linda comemoração! O meio ambiente, a nossa casa, de que cuidamos tão pouco, como se não vivêssemos nela. Um dia talvez nem se possa mais viver - por isso são importantíssimos esses gritos de alerta.
Abraços.

Ana Martins disse...

Grande e lindo poema a assinalar a semana do meio ambiente, a natureza que todos devíamos estimar e preservar.

Bem-Haja!

Beijinhos,
Ana Martins

Francisco disse...

Não existe templo mais lindo e sagrado que a natureza.
Local para meditarmos, rezar e agradecer.
Só falta conservá-la!
Bjooss!

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Efigénia

Lindo e maravilhoso poema à floresta, verdadeiro pulmão que alimenta e faz viver a humanidade.
Parabéns amiga

Um beijo

Alvaro

Marco Sistinne disse...

Olá Efigênia; belas palavras de amor e sensibilidade à natureza, fico gratificado pelo que li. Não sei se você sabe mas no dia de hoje foi, também, criado o PNUA – Programa das Nações Unidas para o Ambiente (UNEP em inglês). Este dia é comemorado anualmente em mais de cem países, com o objectivo de se sensibilizar a opinião pública para a ameaça que o planeta enfrenta e para a necessidade urgente de se alterarem atitudes e comportamentos que ajudem a proteger e valorizar o ambiente, afinal sem o mesmo nada teriamos.

Abraços
Marco

Pilole disse...

Yo también he hecho una reflexión en mi blog sobre nuestro planeta; y debemos actuar rápido, nos quedaremos sin árboles, sin agua, si nada, es una pena, esperemos que los dirigentes del mundo se pongan manos a la obra y entre todos ayudar a nuestra tierra. Un beso

Gleidston disse...

Uma maravilhosa forma de mostrar o carinho e atenção com a natureza Efigênia,nada é mais lindo do que a natureza,parabéns!

desejo á voce um otimo sabado,

bjccs

Thah disse...

Oiii.. te convido para conhecer o mynothing.zip.net, lá vc encontra muitas coisas para blog, como templates gratuitos, gifs animadas, tutoriais de efeitos no photoshop, backgrounds, psd's, cursores e muitas outras coisas para enfeitar seu blog! - Encomendas de lay a partir de 4,00!! - Confira! Beijinhu'z e obrigada pela atenção, teh+

manuel marques disse...

É triste pensar que a natureza fala e que o género humano não a ouve ...

Beijo querida amiga.

Dalton França disse...

Olá Efigênia!
Você foi muito feliz em sua percepção. É raro encontrar quem absorva e respeite todo e qualquer espaço florestal como manifestação autêntica de iluminação divina.

Agradeço de coração sua visita e os generosos elogios tecidos 'nocantinhodacurva'.
Um beijo!

Jorge Sader Filho disse...

Poética visão de Efigênia sobre a Vida, no seu olhar maduro e liguagem perfeita.
Beijo.

Zeus disse...

Oi amiga,passando para ver as novidades e aproveito para te deixar o seguinte pensamento:

Não chame o meu amor de Idolatria
Nem de Ídolo realce a quem eu amo,
Pois todo o meu cantar a um só se alia,
E de uma só maneira eu o proclamo.
É hoje e sempre o meu amor galante,
Inalterável, em grande excelência;
Por isso a minha rima é tão constante
A uma só coisa e exclui a diferença.
'Beleza, Bem, Verdade', eis o que exprimo;
'Beleza, Bem, Verdade', todo o acento;
E em tal mudança está tudo o que primo,
Em um, três temas, de amplo movimento.
'Beleza, Bem, Verdade' sós, outrora;
Num mesmo ser vivem juntos agora.

William Shakespeare

Um beijo no coração e seja feliz

Sonia Schmorantz disse...

"Conte a sua história ao vento,
Cante aos mares para os muitos marujos;
cujos olhos são faróis sujos e sem brilho.
Escreva no asfalto com sangue,
Grite bem alto a sua história antes que ela seja varrida na manhã seguinte pelos garis.
Abra seu peito em direção dos canhões,
Suba nos tanques de Pequim,
Derrube os muros de Berlim,
Destrua as catedrais de Paris.
Defenda a sua palavra,
A vida não vale nada se você não
viver uma boa história pra contar."
(Pedro Bial)

Na impossibilidade de entrar em detalhes, como eu gostaria imensamente como todos amigos que tenho, venho trazer um pouco de poesia e desejar que seu domingo, sua nova semana seja de mil cores, que tenhas muitas alegrias!

Um abraço

Sônia

tossan disse...

Bela abertura para a semana do meio ambiente com a sua belíssima poesia, fico contente. Beijo

Poetíssima disse...

Gostei disso.
Parabéns...

Cuidemos melhor do nosso grande lar..

Abraços!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Efigênia,

Quando uma pessoa nasce pra fazer poesia, não tem jeito. Você tem o dom de encantar suas palavras com o seu sentimento e isso é lindo.

Coisa boa receber carinho no dia do nosso aniversário... e o seu, poetisa, é muito querido.

Beijo enorme e com gosto de bolo ainda.

=]

Rebeca

-

Davi Machado disse...

Que maravilha de poema!! escreves como um total controle, que grande sentimento!!!
Fascina-me ler teus versos!!

beijos!

Davi Machado

Wanderley Elian Lima disse...

OLá Efigênia, pena que o homem esta acabando com este templo sagrado. Parabéns pelo poema.
Um abraço

Osvaldo disse...

Oi, Efigênia;
Bela e comovente esta sua homenagem à natureza que por vezes tão maltratada é por uma raça que dá por nome "humanidade"...
Felismente que ainda há humanos que se preocupam em mostrar e defender todos os perigos que a mãe natureza enfrenta.

Parabéns pelo tema e pela luta que enfrenta contra os que nada querem saber para a preservação da nossa maior riqueza.

bjs
Osvaldo

Pena disse...

Deliciosa e Maravilhosa Amiguinha:
Que sentimento tão puro e delicioso para salvar a Natureza.
Tem um sentir tão doce. Cintila com encanto por onde passa.
Concebe instantes extraordinários de sensibilidade poética fabulosamente imensa. "Imensa", sabe? Deslumbra e enternece.
Um sorriso terno, poderoso e verdadeiro para si.
POR FAVOR, seja feliz.
Tem beleza, tem talento, tem fascínio.
É muito pura e sensível, sabia?
Pela ternura. Pelo encanto de si,
beijinhos de um imenso respeito, estima e consideração.

pena

Bem-Haja, pela preciosidade humana que é.
Um poema fascinante, amiguinha!

Sandra disse...

efigenia!
Vamos para Portugal.
Te espero em blog coletivo.Sandra

Ricardo Calmon disse...

Ao ler post esse,amiga linda Efigenia,poeta abissal,amalgamada com mel e de flores campos,a ver cheguei em mente minha,ocê jequitibá milenar abraçando,entoando linda música essa,borboletas acetinadas de azuis e púrpuras cores,entre o grená e o negro pigmentado de rosa choque,a brisa,enfurecida por cor não ter para reverenciar voce,vento forte se tornou,cabelos seus ao ar de floresta essa revoando e lá do alto de enorme jaqueira,um p´´assaro com a cor do sol,incansavel,cantava:
Bemteviiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!
Beijo mãos suas poeta de Deus ,agradeço belo comentário,de post onde tributo amor de vida minha,que como se da guarda anjo fosse,sempre com amor intenso e flores,muitas flores,me acompanhor e acalantou nesses 39 ano de casados,durante trinta e oito cirurgias,duas no cérebro,Deusssssssss,Efigênia,me doou um anjo em mulher forma!

BZU!
Viva Vida!

tecas disse...

Géninha,sabedoria e respeito pleno
pela Mãe Natureza num belo poema.Sublinho:
" rezam as folhas "
Quem dera todos aprendam e estejam atentos a esta sua oração.
Mil bjis

Zeus disse...

"Através do humor vemos no que parece racional, o irracional; no que parece importante, o insignificante. Ele também desperta o nosso sentido de sobrevivência e preserva a nossa saúde mental."

(Charles Chaplin)
Beijo no core e seja feliz

Cavaleiro dos Dragões disse...

somos uno e verso com a Natureza
obrigado por rememorar com muita amorosidade essa ligação
beijos

Sidney Ramos disse...

Olá Efigênia;
Fiquei muito feliz com suas palavras e de receber sua nobre visita.
Fiquei muito honrado e agora venho sempre aqui beber com os olhos e respirar o ar tranqüilo das suas passagens e poesias.
A palavra aqui vem junto com a riqueza visual e comentários destas suas belas amizades colhidas.
É Realmente um lugar lindo que faz muito bem.
Muito obrigado, por essa luz e volto sempre.
Gostaria muito de receber mais sua animadora visita.
Lá, assim como aqui, tudo também é feito com muito amor e lealdade.
Obrigado, volto sempre!

Marcos Campos disse...

Olá Efigenia!!
Muito bonito o texto!!
Sua sensibilidade é extrema!!
Bom feriado!!
Beijo

poetaeusou . . . disse...

*
sábias palavras,
que gostava que
fossem minhas,
,
brisas suaves, envio-te,
,
*

Léo disse...

Interessante você tratar a natureza como a primeira igreja. Trata-se de uma pura verdade. Pois os seres em sua animalesca em tempos remotos viviam do que a natureza tinha a oferecer, Se a árvore dava frutos que lhe saciavam a fome, não seria ela a salvação daquele ser? Não seria a árvore DEUS para aqueles tempos remotos? E não era o sol que o aquecia durante o dia e a noite que o refrescava?

Os medos criaram outras culturas para amenizar o sofrimento da morte. Muitas histórias foram criadas... Mais esqueceram da natureza.

Um dos mais belos exemplos de natureza viva está na chuva... É tão lindo e venerável.

Deveriámos apreciar mais a natureza em seu zênite.

Direto do Rio.
Beijinhos moça poetisa.

Caio Martins disse...

E da madrugada de gelo, paulistana e periférica, prometido e cumpro, ajoelhando-me em tuas matas. Cuidados jardins, respirando a delicadeza e sensibilidade de palavras que nos fazem viver melhor, em níveis elevados de espírito e atitude.

Lindo, poetisa. Permitindo-me, volto sempre. É gratificante.