sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Metamorfoses
















Da sombra do passado, ficou
O rastro solstício, siderou
Pedras, ao grés inverna
Até ao próximo leque de sol!

Qual ocre de um pequeno corpo:
A vida, minha ou sua, e nossa de
Alguma maneira, é em conjunto a
Única seqüência de Metamorfoses.

Um mundo dentro de nós há tanto tempo,
Vive sem dor, vive sim, a Poesia
A recepção das palavras na semelhança.
Reverbera o tempo antes dos tempos...

Falar deste Tempo, sendo mais intenso do
Que tem sido parte da vida, só em pensar,
O plexo se crispa, e todo o timo soluça
Lágrimas asfixiando o peito de saudade!

Efigênia Coutinho
Direitos Autorais reservados à Autora


55 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Efigénia

Lindo este poema que adorei
imenso. Só dessas mãos sublimes poderia saír esta obra-prima.

passe vo meu blog, tem selinho para si, ao cimo da barra lateral,
BLOG DE LUZ

Bom fim de semana

Um beijo

Alvaro Oliveira

BAR DO BARDO disse...

Que as metamorfoses nos sequem as lágrimas e possamos continuar no caminho...

Felicidades, Efigênia!

Ana Martins disse...

Que lindo Efigênia, parabéns!

Beijinhos,
Ana Martins

Rosemildo Sales Furtado disse...

...O plexo se crispa, e todo o timo soluça
Lágrimas asfixiando o peito de saudade!

Lindo, muito profundo.

Beijos,

Furtado.

Sonia Schmorantz disse...

É um lindo poema, Efigênia, mas estas palavras soluçam tão doces que o tornam maravilhoso...
beijo, lindo final de semana

RETIRO do ÉDEN disse...

Amiga poetisa,


Qual ocre de um pequeno corpo:
A vida, minha ou sua, e nossa de
Alguma maneira, é em conjunto a
Única seqüência de Metamorfoses.

Belas e verdadeiras palavras.

Excelente fds. lhe desejamos com carinho.

Mer

tertulías disse...

Há muito tempo nao me acontecia uma coisa assim. Terminei de ler com os olhos cheios de lágrimas! NOssa, como voce me emocionou desta vez. Sempre me emociona as desta vez trouxe cristais de emocao aos meus olhos...Que bom comecar o dia assim - aqui sao 10:12hs da manha... Obrigado minha querda. Ricardo
P.S. Netinha e filha vao bem? Bijos para elas!

Efigênia Coutinho disse...

Why is it I spend the day
Wake up and end the day
Thinking of you

Oh, why does it do this to me
Is it such bliss to be
Thinking of you ...

And when I fall asleep at night, it seems
You just tiptoe into all my dreams

So, I think of no other one
Ever since I've begun
Thinking of you ....

Bom dia muito especial Ricardo, coisa mais linda mesmo,é um poema .
Que maravilha ler você nesta postagem sobre a grande VERA ELLEN. Como vamos conhecendo as verdadeiras histórias de suas vidas aqui.

A netinha Isabella, vai indo muito bem, nem preciso lhe dizer o quanto ela é linda, na minha volta remeto fotos rescentes para você apreciar. Sendo um detalhe, o seu pai é Japonêns.

Beijos saudosos,
Efigenia

Ricardo Kersting disse...

Lindo poema Efigênia. Frases perfeitas como definitivas. "Um mundo dentro de nós há tempo vive sem dor, a poesia". Perfeito!!!
Grande abraço..

Everson Russo disse...

Somos e seremos sempre eternas metamorfoses da vida e do amor...belissimo poema...beijos na alma e um lindo final de semana.

Lunaria disse...

MUy lindo, simplemente, precioso.
Muchos besitos.

...EU VOU GRITAR PRA TODO MUNDO OUVIR... disse...

Lágrimas asfixiam mesmo!!!

Muito bonito,verdadeiro soneto!!!

Um beijo!!!

Sonia Regina.

AAA disse...

Poemas muito lindos, intensos e reveladores de uma poetisa com grande sensibilidade e emoção!

cumprimentos

AAA

http://falascreve.blogspot.com/

João disse...

Não há como elogiar o teu trabalho. Perfeito!

RosanAzul disse...

Querida poeta Efigênia,
Que dizer para o artista diante da perfeição de sua obra??!!
Magnifico teu poema! Parabéns!! Meu carinho, beijos Luz! RosanAzul

RosanAzul disse...

Oi Efigênia, voltei! Tem um selinho pra ti no meu blog! Passa lá ok! Beijo, RO
http://rosanasouzanasasasdoanjoazul.blogspot.com/

Guilherme R. Fauque disse...

Lindo como sempre!

Poeta almaquio disse...

Parabéns por este espaço propício ao enlevo dos sentidos por meio de sua poesia. Obrigado pela visita em meu blog e pelo comentário generoso. Abraços poéticos.

Pena disse...

Admirável Amiga:
Quem pode passar indiferente a tanta pureza e beleza em poesia tão maravilha...?
Eu não posso. Ninguém pode.
Tanta delícia e enternecimento.
Excelente. Fantástico. Lindo.
Beijinhos amigos de respeito imenso.
Sempre a lê-la. É uma honra indescritível pelo seu talento poético majestoso.

pena

RETIRO do ÉDEN disse...

Bom dia de sol,
Vimos desejar-lhe uma excelente semana na Paz e Amor do Senhor Jesus.
Abraço
Mer

Blah disse...

Primeiro, gostaria de agradecer seus elogios ao meu blog. Fico muito feliz que uma escritora de "mão cheia" como você aprove meus textos. Segundo, parabéns pelos seus blogs!!! Todos muito bons!! Quem dera eu, escrever como você um dia!!!

Parabéns!!

Abraços,

Igor Férva

Poetíssima disse...

Tão sublime..

Abraços!

Zeus disse...

Olá doce Efigênia,estou passando para ver as novas e aproveito para te deixar o seguinte pensamento:
"É na simplicidade e na alegria com que vives e realiza as tarefas, desde as maiores até as menores,que encontrarás respostas

Um beijo no core e seja feliz

Laguardia disse...

Off Topic

Em conjunto com o Blog o Mundo by Thaís, estamos lançando uma campanha de protesto virtual para o período de 07 a 20 de setembro.

Gostaríamos muito de contar com a sua participação e a dos seguidores de seu blog.

Esta é uma campanha de todos os brasileiros patriotas e não de um ou outro blog.

A campanha é de todos nós que queremos um país melhor para nossos filhos e netos.

Detalhes em http://omundobythais.blogspot.com/ ou http://brasillivreedemocrata.blogspot.com/

Divulgue esta idéia.

O Brasil mais do que nunca precisa de você!

Jorge Sader Filho disse...

"Lágrimas asfixiando o peito de saudade." E assim Efigênia Coutinho passeia na poesia...
Beijos
Jorge

Principe Encantado disse...

Minha amiga lino poema:
"Um mundo dentro de nós há tanto tempo,
Vive sem dor, vive sim, a Poesia
A recepção das palavras na semelhança.
Reverbera o tempo antes dos tempos..."
Só mesmo vindo se seu coração.
Bom final de semana
Abraços forte

maria disse...

Aqui há cultura...
Um beijo
MARIA

Paula Laranjeira disse...

Passei p matar a saudade de teus versos...e me deparei com essa metamorfose...termo que amo, que me compõe ....Linda poesia como sempre!

Abraços

Valdemir Reis disse...

Olá amiga Efigênia.
Aproveito e venho matar a saudade fazendo uma visita. Valeu chegar até aqui! Confesso que gostaria de voltar com mais freqüência, porém o “MBA” continua firme e o tempo ficou muito dividido, entretanto organizei momentos para visitar os preciosos amigos(as). Na oportunidade quero compartilhar de Machado de Assis o poema: “BONS AMIGOS. Abençoados os que possuem amigos, os que os têm sem pedir. Porque amigo não se pede, não se compra, nem se vende. Amigo a gente sente! Benditos os que sofrem por amigos, os que falam com o olhar. Porque amigo não se cala, não questiona, nem se rende. Amigo a gente entende! Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar. Porque amigo sofre e chora. Amigo não tem hora pra consolar! Benditos sejam os amigos que acreditam na tua verdade ou te apontam a realidade. Porque amigo é a direção. Amigo é a base quando falta o chão! Benditos sejam todos os amigos de raízes, verdadeiros. Porque amigos são herdeiros da real sagacidade. Ter amigos é a melhor cumplicidade! Há pessoas que choram por saber que as rosas têm espinho, há outras que sorriem por saber que os espinhos têm rosas!” Desejo um ótimo fim de semana. Muito sucesso, muita paz e luz. Brilhe sempre! Fique com Deus. Felicidades.
Valdemir Reis

007BONDeblog disse...

EFIGÊNIA

Passa o tempo, mudam os costumes, transformam-se as ciências e os conhecimentos vivem em eterna contradição. O Homem por fora é outro, mais do que por dentro.

Felizmente a poesia, e os que a eternizam, assim como você faz com beleza ímpar, permanece intacta ainda que em constante transformação.

Um grande abraço e grato pela visita.

Chris... ჱܓ disse...

Olá!!
Vim retribuir a visita e agradecer pela palavras de carinho no meu blog...
Fiquei encantada com seu cantinho e os seus poemas são perfeitos!
Adorei tuas escritas...
Parabéns!!

Uma linda semana de muita paz!
Bjos mil...

tossan® disse...

Olá Efigênia! Como sempre inspiradora e criando a poesia mais linda! Gosto muito desta música, só tento lembrar de que filme?! Beijo

Unseen Rajasthan disse...

Beautiful words and lovely post..Thanks for sharing..

SkyStar disse...

Olá minha Querida Amiga.
Confesso que vim fazer uma visita de cortesia para agradecer o lindo comentário no meu blog, e acabei rendida perante a suavidade e pureza de tão belos poemas.
Parabéns e muitas Felicidades.
Tenha uma excelente semana.
Beijinhos.
SkyStar

Eduardo Aleixo disse...

Efigénia

Lindo o seu poema abrindo as cortinas do ser profundo onde o eterno existe e uma saudade do que que não vemos nos move através das pestanas sensíveis dos versos. Beijos.

João de Sousa Teixeira disse...

Há sílabas
amputadas
em cada grito
que se desfia
enxuto e gutural

poema que não derrama
mas percorre
anónimo
o itinerário do sangue

Beijinho
João

António Machado disse...

Cara Efigênia Coutinho,

Vim até este seu blogue pois a descobri no Blogue Poesia Viva da Isabel e do José António.

Começo por lhe dar os parabéns por seu belo poema. Venho convidá-la a visitar meu Blogue sobre Vegetarianismo o qual irá incluir os fundamentos e receitas.

Obrigado.

António Machado

Isabel José António disse...

Querida Amiga Efigência Coutinho,

Começam a faltar os adjectivos para classificar a sua poesia. Parabéns, até já parecem coisa banal, mas não havendo outra palavra aceite os meus sinceros parabéns.

Vou responder-lhe também com poesia, pegando no seu último verso, pode ser, não leva a mal? Então irá sair assim:

- "Lágrimas asfixiando o peito de saudade" /
- Dum tempo sem tempo que há-de vir /
- De que guardo em mim erigido em verdade /
- Dessas partículas quântica que sei intuir


Entrega apaixonada em cada momento
Que salta no vazio bem para o fundo
Capacidade de transpor um tormento
E de construir do nada outro Mundo

Tudo faz sentido quando é o coração
Que comanda esta intemporal demanda
De se sentir uno com o Universo

E fazer parte desta eterna evolução
E toda a viva esperança que comanda
Ser e não-ser, este verso e reverso

Um grande abraço de poeta para poetisa.

José António

Nilson Barcelli disse...

Todo o mundo é composto de mudança... escreveu Camões...
Belo poema querida amiga, gostei imenso.
Boa semana, beijo.

. Paulo . Intemporal . disse...

. lind.íssimo querida Efigênia .

. "amei.de.amar" .

. deixo um beijo, de sílabas tantas .

. e todo o meu carinho .

Pena disse...

Linda Amiga:
"...Qual ocre de um pequeno corpo:
A vida, minha ou sua, e nossa de
Alguma maneira, é em conjunto a
Única seqüência de Metamorfoses..."

Profunda, bela e inevitável metamorfose fabulosa.
Notável, o seu imenso talento ímpar.
É uma poetiza deslumbrante, doce e perfeita.
Um versejar tão belo. Fantástico.
Beijinhos de respeito, estima e consideração.
É uma honra lê-la.
Maravilhado pelo seu encanto poético...

pena


Extraordinária!

No soy poeta disse...

mio é o poema.

ZezinhoMota disse...

Quando a poesia faz parte de nós, encontrar alguém que a escreva assim...

Que dizer?

Vou dormir feliz!

Bjnhs

ZezinhoMota

Anônimo disse...

É só para tirar a prova real. Os comentários dos anónimos são ou não são moderados.
Se for positiva, alguém terá de retratar-se, naturalmente. E se não o fizer, considere cortada todas as relacões até aqui alicerçadas com alguns prejuízos para a minha imagem.

Francisco Vieira disse...

Muito bonito, poetisa :-)
Abraco e bom fim-de-semana

Machado de Carlos disse...

Realmente existe em nossa vida uma série de metamorfoses, em suma somos andantes. Beijos,

José disse...

Olá,
Eu sou assim
às veses desnudeme demais
e depois fico com vergonha de mim.

bom fim de semana

Nilson Barcelli disse...

Como é bom reler as suas magníficas palavras.
Querida amiga, desejo-lhe um excelente fim de semana.
Beijo.

Ashley disse...

Wonderful post! Thank you for sharing. I hope you have a great weekend!

ARANOI disse...

PARABENS LINDISSIMO SEU POEMA.ADOREI

Marcos Takata disse...

A Alma de uma artista realiza o caminho da Luz, trazendo o histórico do passado, mas atua no presente, como o ZEN, como muita metamorfose. Namaste

Dalton França disse...

Efigênia, penso que as metamorfoses são os instantes que definitivamente dão forma à nossa existência. Com poesia então...
Um beijo, querida amiga!

Anônimo disse...

Me encanta el Alma que trasmite en sus poemas.
Bello

Norma Villares disse...

Efigênia, sua alma intinerante passeia com maestro no mundo mágico das letras. Abraços

Machado de Carlos disse...

Inda passam pelas minhas lembranças os primeiros contatos que tivemos. Como grande poetisa que tu és, vi meu nome vibrar com as tuas belas formatações. Meu fôlego se enobreceu e comecei a criar alguns sonetos novos. Só tenho que lhe agradecer por tudo que tens feito aos meus versos e principalmente ao meu espírito.