quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Labaredas Frementes




Labaredas Frementes  
Efigênia Coutinho

Labaredas que queimam
Ardendo entre beijos,
Com seu ritmo geográfico
Em bocas que clamam...
E fazem seu balé mágico
Derramando os desejos
Com seu poder erótico,
Entre pernas e braços,
E pelo corpo se vão...
Em sensuais abraços,
Com mil gestos frementes
Descobrindo a emoção
Num sussurro exótico
Num derradeiro esplendor...
E se perde a razão,
Entregando-se ao amor
Sob lençóis envolventes
De uma única sedução!

3 comentários:

NeusaMarilda_Lavienrose disse...

Lindo e sutilmente sensual na medida certa. Abraços!

Jorge Sader Filho disse...

Labaredas benditas!
Beijo.

Rosemildo Sales Furtado Furtado disse...

Olá Efigênia! Passando para te cumprimentar e aprecia mais uma das tuas belas criações.

Beijos e um ótimo final de semana pra ti e para os teus.

Furtado.