quarta-feira, 6 de maio de 2009

Mãe ( Soneto)




MÃE Para, Marcela, Marianne e Moacyr Mallemont
(meus filhos)

Na mocidade, quase toda menina
tem divagação e indefinido anseio,
idealiza um esposo e um lindo ninho cheio
dos encantos que traz a gente pequenina!

Não fazendo exceção as normas feminina
lembro-me, também tive este doce sobressalto,
o inquieto devaneio da mulher em sentimento
em ser Mãe, nosso instinto da suprema sina!

Mas eu, que tal missão ousaria merecer,
a fim de transfundir a seiva do meu ser
noutro ser, e escutar a melodia Mamãe!

O milagre da natureza rompeu-se no interior
do meu ventre qual três sementes em terra
fértil, me fazendo MÃE neste Paraíso superior...

Efigênia Coutinho
Balneário Camboriú
MAIO

62 comentários:

Alvaro Oliveira disse...

Amiga Efigénia...

Divinal este soneto,
sintonia de palavras
de quem por certo se
sentirá orgulhosa mãe.

Um beijo amigo

Alvaro

José disse...

Olá Efigênia

até tenho medo de comentar
em quem escreve assim tâo bem
não vá eu sem querer estragar
o belo que este poema tem

um abraço

Gleidston disse...

Bem disseste os 2 senhores dos comentarios acima, seria inprudente intentar algo mais, tens uma sensibilidade para trabalhar com as palavras maravilhosa,parabens!

desejo-lhe um otimo dia.

bjcss

Francisco disse...

Querida amiga.
O teu indefinido anseio de menina, tranformou-te em mãe de três jóias especiais.
Aliás, notei que a letra "M" está em todas estas jóias: Marcela, Marianne, Moacyr, Mãe...e Marido, é lógico!
Um beijo grande.

Cadinho RoCo disse...

Feliz dia das mães.
Cadinho RoCo

Efigênia Coutinho disse...

Agradeço a todos o carinho aqui registrado, e não poderia deixar de explicar ao Francisco, onde ele vai se surpreender de verdade:

Maria Efigênia
Moacyr Mallemont (pai falecido)
Moacyr Neto
Marianne
Marcela

Outra coincidência

Maria Efigênia (GÊMEA DE)
Maria do Carmo
Maria Elvira (irmã mais nova falecida).

Como você pode vêr, eu e minhas irmãs , formamos a constelação 3 marias , ao celeste céu.
Efigênia

mundo azul disse...

___________________________________


Você compôs um lindo poema para seus filhos! Parabéns!


Que haja sempre muita alegria e amor entre vocês!


Beijos de luz e o meu carinho...

________________________________

Francisco disse...

Tanto talento só poderia vir de uma família "M"aravilhosa!
Beijos.

tertulías disse...

Sinceramente: vou imprimir para dar à minha mae no domingo!

gostei que voce gostou a lopatkina na sua postagem abaixo... será que te dei um pouquinho de inspiracao...

ah, e o fundo musical com este concerto de Chopin - meu preferido!

Foi como passar por casa...

beijos

Ricardo

manuel marques disse...

É Noite, Mãe

As folhas já começam a cobrir
o bosque, mãe, do teu outono puro...
São tantas as palavras deste amor
que presas os meus lábios retiveram
pra colocar na tua face, mãe!...

Continuamente o bosque se define
em lividez de pântanos agora,
e aviva sempre mais as desprendidas
folhas que tornam minha dor maior.
No chão do sangue que me deste, humilde
e triste, as beijo. Um dia pra contigo
terei sido cruel: a minha boca,
em cada latejar do vento pelos ramos,
procura, seca, o teu perdão imenso...

É noite, mãe: aguardo, olhos fechados,
que uma qualquer manhã me ressuscite!...

António Salvado, in "Difícil Passagem"

Beijoca.

Dan disse...

Lindo, ser mãe, já é um poema...
Ainda escrito por você...

Ana Martins disse...

Querida amiga,
uma verdadeira maravilha, um Hino ao Amor de Mãe!


Beijinhos,
Ana Martins

Poemas e Cotidiano disse...

Maravilhoso poema, minha amiga!
Emocionante!
Beijos
MARY

JC disse...

Lindo o soneto que fizeste para os teus filhos. Felizes dos filhos que têm uma mãe como tu.
Beijinhos

prafrente disse...

Ditosos filhos
que tal mãe tendes...

No ocidente, dito civilizado,onde a razão tem o primado sobre a emoção, a beleza de ser mãe vai perdendo seu encanto...

Beijo de Portugal

poetaeusou . . . disse...

*
a mãe,
é o ventre da terra,
,
conchinhas serenas,

*

Elza Fraga disse...

Muito bom, querida. E ser mãe é uma tarefa delicada, mas que sempre, no fim das contas, rsrsrs, vale muito a pena! Voltarei outras vezes, com mais vagar
Bitokitas, sucesso e luz procê!

FRAN "O Samurai" disse...

Olá amiga!

Lindo o poema e ser mãe é uma dádiva. Algo que com palavras não daria para explicar apenas com amor. E amor é o que não falta no coração das mães.

Beijos.

Valeria Aureo disse...

Tudo o que fazes me emociona. Das palavras ao apurado gosto estético, tudo é perfeição. Um grande abraço
Valéria Áureo

Dona Poesia disse...

Efigênia vc me deixou embaraçada, com os elogios. Vindas de vc, uma pessoa já consolidada no mundo da poesia, é uma honra para mim receber tais palavras.
O seu poema está maravilhoso, comungo com vc essa felicidade. Como é bom ser mãe! Foi a melhor coisa que me aconteceu na vida.
Também costumo fazer poemas e crônicas para meus filhos.
Eu, assim como vc, tive duas irmãs Marias, então éramos três Marias. Uma já se foi. Agora somos duas Marias.
Vc é muito generosa, não é orgulhosa nem soberba e é muito gentil também. Felicidades para vc e sua família.
Beijokas

Olavo disse...

Lindo minha cara..lindo.
infelizmente minha mãe este ano não esta mais comigo..
e a mãe de meus filhos..vixe..sem palavras.
Beijos

Ana Martins disse...

Querida amiga,
há um selinho e um desafio que a aguardam no meu blogue.

Beijinhos,
Ana Martins

Bem me quer Bem me quer... disse...

Bela postagem...A palavra mãe já é pura poesia e como nao se inspirar nao é mesmo?lindo!

Aproveito para convida-la a conhecer o meu novo espaço q fala de flores!Gosta de flores?rs...

Abraços

Maria

marcelo dalla disse...

Que prazer encontrar poetas... tb me tornei seguidor. Está estabelecida a conexão! Quero apreciar tudo o que há neste espaço vcom calma. bjo

Severino Cordelista disse...

A senhora tem um trabalho muito especial e me honra com a sua presença.Obrigado e feliz dia das mães!

Isabel José António disse...

OLá Amiga,

Fazia algum tempo que não a visitava. Mas quem é vivo sempre aparece.

Parabéns pelo soneto e pelo facto de ser mãe.


Ser mãe é talvez ser
Na Terra supremo bem
É dar vida e saber ver
A luz sempre mais além

É sempre dar e receber
O que a vida tem para dar
É para os outros viver
E saber rimar o verbo amar

É uma dádiva sempre perene
De com o coração ajudar
Numa atitude sempre solene

É ser o Mundo todo e abraçar
Um fio de vida intemporal
Que do nada tudo faz criar

Um grande abraço para si

José António

tecas disse...

Divino Géninha, simplesmente divino. Amor de MÃE num soberbo soneto. Cada palavra solta calor de amor. Todo o amor que completa o ser humano. Os meus parabéns querida poetisa.
Bji amigo
PS: Tenho tentado entrar em contacto e não consigo.
Bji

António Gallobar disse...

Ser mãe é uma dadiva de Deus, é a realização como um ser humano completo que de forma altruista da vida á vida, e em alguns casos pondo em risco a própria vida. Que maior prazer se poderá ter?

Um filho é o nosso prolongamente, e isso não raras vezes são o que dá sentido à vida e nos ajudam a superar as dificuldades que encontramos. Maravilhosa poesia, nada mais digo.

FELIZ DIA DA MÃE

Beijinho

Mírian Mondon disse...

Olá Efigênia,
Que prazer conhecer seu espaço iluminado de puro talento! Me encantei com sua poesia e voltarei com certeza para conhecer sempre mais! Seu poema O Sonho é magnifico e me impressiona, parabens!

Abraços

Armindo Guimarães disse...

As minhas felicitações por tão lindo e significativo poema.

Abraços

Vivian disse...

...poema lindo que só
um coração de mãe pode
tecer...

que linda é você!

um bj, querida poetisa!

*Lisa_B* disse...

Querida Efigênia,
inspirada pelo amor materno...fezx algo muito lindo como sempre aliás, mas tudo que apela ao sentimento de mãe/filhos me sensibiliza muito...
Um beijo para uma Mãe e Mulher lindas...
Feliz dia da Mãe querida!

as-nunes disse...

Que mais acrescentar ao harmonioso soneto em si.
Os meus antecessores, nos seus merecidos elogios, já se me anteciparam.
Mas que este belo poema é um hino à poesia e ao setimento de família, lá isso não tenhamos dúvidas.
Um beijo poético, desculpe-me a ousadia.
António

Mateus Araujo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mateus Araujo disse...

Sublime soneto
sublime ser filho
sublime ser mãe
pai,
tio,
seu blogg?
Ah Sublime!

pasmei!
Bj
te acompanho também
XD

Daniel Costa disse...

Efigénia

A sublimação, em poema, do intinto maternal.
Quando esse se torna realidade é eternecedor!
Daniel

Ricardo Calmon disse...

Belo e surpreendente pela mater os filhos tributar,em invertidos papéis,aflora o materno e profundo amor!Lindo Poeta!

Viva a Vida Pessoa Caríssima!

Andradarte disse...

Bonito soneto. Não sei comentar
tanta beleza..., como tal, o meu silêncio em relação......
Compreendo, mas faltam as palavras
para um comentário.
Beijo

Léo disse...

Eu não sei se alguém reparou (Não lí as outras mensagens), mais esse foi um texto do dia das mães de mãe para mãe.

Diferente.

Direto do Rio.
Um Beijo moça poetisa.

Marco disse...

Olá Efigênia, uma bela poesia; canção em versos que declamam o amar.

abraços literários
Marco

Valdemir Reis disse...

“Amigo é coisa pra se guardar...” Como diz o poeta. Nobre poetisa Efigênia aqui de volta ao seu belo espaço para agradecer de coração sua gentileza em nos honrar com a sua visita e valoroso comentário. Saiba que muito nos fortalece, sua presença é sempre agradável e especial. Obrigado mesmo.... Apareça sempre lá! Confesso que admiro bastante o seu trabalho, parabéns pelo belo poema publicado “Mãe”, maravilhosa homenagem, divina, ótima canção escrita, rara beleza original, precioso e interessante. "O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis". Fernando Pessoa. Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Felicidades. Desejo um fim de semana repleto de felicidades extensivo aos familiares, muita paz, saúde, brilhe sempre, bênçãos, proteção e alegria. Sucesso. Que a luz divina oriente e ilumine o nosso caminhar... Um abraço fraterno.
Valdemir Reis

Ana Martins disse...

Amiguinha Efigênia,
vim lhe deixar um beijinho terno neste Dia das Mamães, com votos de muito amor e alegria.

Ana Martins

Pena disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pena disse...

Maravilhosa Poetisa Amiga:
Este Post é perfeito.
Um poema lindo. Fantástico.
Uma mãe ampara, ama, sente e é sensível.
Agradecer-lhe-á, tenho a certeza.
Um hino fabuloso poético e extraordinário a todas elas. Poderoso por ser soberbo de pureza e beleza ímpares de fascínio.
Adorei!
Brilhante, amiga!
Bem-Haja pelo seu génio criativo, fabuloso e doce.
Beijinhos de respeito que a estimam muitíssimo. SEMPRE!
Com admiração e "fulminado" por tanto talento em versos lindos.

pena

OBRIGADO pela sua amizade que prezo imenso.
DESCULPE, fui eu que eliminei o comentário. Não estava como eu o desejava. DESCULPE.
VOCÊ vale ouro puro, amiga.

Rodolfo N disse...

Amiga preciosas tus letras, llenas de ternura y color...

Beijos

PD:Todos los años voy a veranear a Camboriu y Florianopolis, que bellos son!

Barros disse...

Belíssimo!
Parabéns à você e à todas as mães!

Prof. Israel Lima disse...

Efigênia,

Que coisa linda este blog!
Fiquei mais que feliz com um espaço tão magnífico como este. Parabéns, virei mais vezes.

Tenha uma excelente semana.

Olavo disse...

Passando para desejar uma ótima semana
bjos

VANUZA PANTALEÃO disse...

Como vai, Efigênia?
Tenho passado por aqui e me debruçado, em silêncio, nos seus versos...hoje, com mais coragem e tempo resolvi parar e parabenizá-la pela qualidade do seu espaço.
Beijos!!!

Geraldo de Azevedo disse...

Lindo este soneto, volta e meia passo por aqui para me maravilhar com as lindas poesias de minha amiga de longa data, nunca encontrei uma que não fosse maravilhosa, mas esta é demais!!!
Geraldo

Duarte disse...

Que bonito!!! :)))

FELICIDADES A TODAS AS MÃES

Ademais, beijinhos para TI

Allek disse...

que tal!! despues de un tiempo he regresado...
un abrazo..

Pena disse...

Fabulosa Poetisa de sonho:
Que maravilhoso post. Lindo. Abarca um sentimento precioso de encantar: As deliciosas Mães do Mundo. Todas elas. Se lessem não acreditariam na pureza e beleza expressas.
Inacreditável, por ser sublime.
Adorei e vim reler.
A minha amiga gigante, é muito linda...sabia?
Adorei. FABULOSO versejar.
Beijinhos amigos de um respeito enorme
Perplexo e atónito perante tanta maravilha que fascina e delícia...

pena

Parabéns sinceros e sentidos!

Felipe Sérvulo disse...

Un placer recorrer tu blog y leer tu poesía.

mundo azul disse...

__________________________________


Passando para deixar um beijo!



_________________________________

Valdemir Reis disse...

Olá nobre amiga Efigênia. Obrigado por sua visita. Este espaço esta cada vez melhor. Parabéns! mais uma vez bela publicação, que maravilhosa, fascinante, belissima. Confesso minha simpatia e admiração por seu talentoso e inteligente trabalho. Valeu ter passado aqui novamente. Sinto-me feliz e honrado. Quero avisar que tem um “PRÊMIO” esperando por você lá no nosso Blog, não demore! Aguardo por sua visita. Sinta-se em casa. O Piloto Ayrton Senna costumava dizer; "Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá." Grandioso sentimento. Honrado e feliz por sua amizade, desejo muito sucesso. Volte sempre! Encontrar-nos-emos sempre por aqui. Brilhe sempre. Um ótimo e proveitoso dia de trabalho, proteção, paz, saúde, alegria e muitas bênçãos. Que a presença Divina nos oriente e dê sabedoria para o nosso caminhar. Um abraço fraterno.
Valdemir Reis

marcelo dalla disse...

Lindo lindo lindo!!! Com certeza, estava inspirada pelas Mães Divinas ao compor este texto. Tenho um selo, uma prenda pra vc lá no meu blog. Aceita? Passe lá pra ver. Bjo e Luz!

Anônimo disse...

Adorei este belo texto de Efi: MULHER MÃE E FUTURA AVÓ.Muito Obrigada!!!
Shalom minha amiga cósmica Maria Efigênia. Que caminhada bela fizeste nestas imagens poéticas para descrição do estado da mulher luta , mulher paixão, mulher vida, mulher garra. Que no momento de Eu sou o tudo e me basto. Procura assim mesmo viajar pela natureza em busca de algo mais para anexar-se ao tudo do Eu me basto. Passando por todos os estado de ser mulher: nascimento, crescimernto, maturidade com jovialidade de Mulher Mãe agora em ancoragem plena no Cosmos aguarda mais um broto do ventre de sua amada Filha. Um broto luzes cristais.Parabéns por esta tua saudação ato vida... Carinhosamente beijos da amiga de sempre Lizete Namastê. ( O Deus que abriga em mim saúde o teu Deus abrigado em ti) 14.05.09

Je Vois la Vie en Vert disse...

Belíssimo Texto !
Belíssimos sentimentos !
Belíssimo blogue !

Gostei imenso de passear por aqui.

Peço desculpa por ter levado tanto tempo em vir retribuir a sua visita mas estive fora do país durante um tempo e sem internet !

Beijinhos da

Verdinha

O Profeta disse...

Um Violoncelo reage ao toque
Vibram as cordas, solta-se a melodia
Das mãos escultoras das notas
Saem afagos de sonora magia

Uma alma reage aos acordes
Um coração bate ao compasso
Uma voz entoa dolentemente
Um corpo deseja o abraço



Um feliz fim de semana


Doce beijo

Prof. Israel Lima disse...

Querida Efigênia,

Muito obrigado por sua visita e comentário em meu blog.

Gostei de sua experiência vivida nos anos 70.
Parabéns!!!

Visite-me mais vezes e VOTE em meus selos de participações.

Seu blog também é maravilhoso, viu?!

Um abraço.

Léo disse...

Nunca parei para pensar como é o sentimento de avó em relação ao de mãe.

Direto do Rio.
Beijinhos.