sexta-feira, 1 de maio de 2009

Sonhos




SONHOS 
Efigênia Mallemont

Quando tiver um sonho, construa um altar:
um espetacular altar de rua
que lhe couber em sorte no ato de amar
ainda que imperfeito à luz da Lua!

Quando você sonhar, construa um caminho
de saibro ou granito, pouco importa!,
onde a Lua possível seja o linho
dum telhado com janelas e uma porta!

Não há sonho que dure eternamente,
perdemos um-a-um, sem grande esforço,
sorrimos à deriva pela mente
que nos atrai o pólo ou o seu dorso.

Somos fiéis ao amor pra nosso mérito
porque nele encontramos o que é feérico...

Camboriú,25-10-2003


37 comentários:

cris disse...

Sonhar sempre foi uma forma de vivermos nesse mundo de ilusões.
temos sempre que sonhar para sobrevivermos.
Belas palavras!
bjs!

Cris!

Daniel Costa disse...

Efigénia

Num estilo muito próprio, mais um excelente poema, com a profundidade necessária, a trazer ao pensamento imagens do classicismo. Fixei, por exemplo "imagens de rua", algo típico de Lisboa pelo Santo António: os altares ao Santo, que crianças erguiam, para junto deles pedirem: "um tostãozinho para o Santo António".
Daniel

Alvaro Oliveira disse...

Os sonhos comanam nossa vida...
E na vida tenho sonhado e
construído altares que de
destroem ao acordar, porque
os sonhos não são eternos.

Mais um dos seus belos poemas.

Um beijo

Alvaro Oliveira

António Gallobar disse...

Oh! os sonhos,esses danados, que fazem da nossa alma gato-sapato, nos fazem avançar, romper barreiras e consquistar o mundo, sem eles que seriamos nós pobres tristes coitados.

Os sonhos apontam o caminho e fico a pensar nas suas belas palavras como um rio que desce por entre as pedras... fazendo o seu caminho.

"...Quando você sonhar, construa um caminho
de saibro ou granito, pouco importa!,
onde a Lua possível seja o linho
dum telhado com janelas e uma porta!

Lindo, parabens grande poeta
beijo

Eduardo Lamas disse...

Obrigado, Efigênia,
pela visita, o comentário e a presença em meu blog. Volte sempre, pois será sempre muito bem-vinda! Cá estarei também.
Beijos,
Eduardo Lamas.

António Manuel disse...

Estimada Efigênia:

Vir aqui no seu expaço me sinto me em casa!

Meu Deus como è Maravilhoso

Agradeço Muito seu Carinho e Estima
que você dà atravès de seus Poemas,
comentado meu expaço que tambem è seu

Tenha um Maravilhoso Fim de Semana
Os Meus Melhores Comprimentos

Antònìo Manuel

Dan disse...

Pena, Efigênia que esta senama não postei nada, mas preocupações e afazeres impediram, semana que vem estamos aí. Estou preparando.
Abraços

Francisco disse...

O bom dos sonhos, é que mesmo quando construimos um altar e eles vão embora, com certeza outros virão. E quase sempre melhores!
Um abraço!

Léo disse...

Fui sim pesquisar o que significa Feérico e bateu direitinho com a descrição de sonhos.

Um lugar mágico onde as fronteiras do impossível esbarram nas portas dos insanos pesadelos.

manuel marques disse...

A sabedoria suprema é ter sonhos bastante grandes para não se perderem de vista enquanto os perseguimos .

Jinhos.

Zilda Santiago disse...

Lindo poema!!!!!!!!!!!!!!Encontrei-a aqui através do blog do Antonio Campos,nosso amigo comum e adorei!Estive há uma semana em Balneário Camboriú e amei!Linda sua terra.Haja inspiração cercada só do belo!!Beijos no coral=ção linda amiga.Serei sua seguidora claro!

Cleo disse...

sonhos, sempre sonhos, alguns duram sim eternamente.
Beijos com carinho Efigênia.
Um belo domingo prá ti.
Cleo

Silvio Luiz disse...

Oi Efigênia

O que seria de nós não fosse os sonhos?

Tem prêmio pra vc lá no meu blog! Espero que goste!
Passa lá pra vc ver.

Abreijos!

águia_livre disse...

O sonho é a melhor imagem da nossa alma

Poesia muito bonita

Fique bem
.

Geanina Codita disse...

Imagen y texto son excelentes combinados. Felicidades!
http://translate.google.com/translate?js=n&prev=_t&hl=ro&ie=UTF-8&u=www.geaninacodita.blogspot.com%0D%0A&sl=ro&tl=es&history_state0=ro|es|Imaginea%2520%25C5%259Fi%2520textul%2520sunt%2520excelent%2520%25C3%25AEmbinate.%2520Felicit%25C4%2583ri!%2520%250A%250A

Paulo - Intemporal disse...

F
e
l
i
z

d_____i_____a

d
a

M__________Ã__________E

hoje e sempre.

íssimo.

Barros disse...

Sonhos são renovados ou reinventados, mas nunca abandonados.
Obrigado por nos presentear com suas belas poesias.
Abraços

Eurico disse...

Belo poema!

Abraçamigo.

José Carlos Brandão disse...

Sou deo tamanho do meu sonho.

Voltando de viagem, passo por aqui para lhe deixar o meu abraço amigo.

Brandão.

RosanAzul disse...

"O prazer de poder sonhar só não é melhor que o prazer de poder realizá-los"!! Lindo teu poema!!
Receba meu abraço fraterno!!
Te convido a visitar meu outro blog de duetos com o Poeta Mário Margaride. DUETOS DE AMOR DE ALÉM MAR- www.amordealemmar.blogspot.com

Osvaldo disse...

Oi, Efigênia;

Os sonhos podem não ser eternos mas por vezes são imortais, basta que seja o amor a lhes dar o alimento necessário para a sua sobrevivência...

Lindo, lindo o poema.

bjs
Osvaldo

Efigênia Coutinho disse...

Sua postagem está soberba, e eu sendo fã incondicional do grande Renoir, deixo um parágrafo sobre sua pintura.

Entre 1870 à 1883, Renoir entra em seu período impressionista. Pinta várias paisagens mas suas obras são mais caracterizada ao retratar a vida social urbana.

No salão de 1872, ele expôs a tela "Mulheres parisienses vestidas como Argelinas" no Salão Oficial o que lhe conferiu grande sucesso. No ano seguinte, Renoir alugaria um apartamento em Montmartre onde pintou duas obras famosas: "O camarote" e "A bailarina". Em 1873, junto aos seus amigos impressionistas, Renoir expôs suas obras em um salão alternativo ao Salão Oficial de Paris que foi um fracasso. Neste salão alternativo, Renoir vendeu seu quadro "O camarote" por 425 francos.

No ano de 1875, Renoir vendeu "O passeio" por 1.200 francos. Com o dinheiro ele pode alugar um prédio maior em Montmartre onde ele pintou várias obras. Em 1876, Renoir pintou várias obras famosas: "Nu ao sol", "O balanço" e "Le moulin de la galette". A obra "Le moulin de la galette" foi exposto no terceiro salão alternativo dos impressionistas e trouxe-lhe grande reputação.

Meus cumprimentos ao seu bom gosto pelas artes,
Efigênia Coutinho

Poemas e Cotidiano disse...

Oi Efigenia,
Nada mais lindo que os sonhos...eles nos transportam para um mundo tao nosso, e tao cheio de tintas e pinceis, que nos mesmos elaboramos um quadro!

Um beijo querida, e otima semana
MARY

KrystalDiVerso disse...

O sonho!... Oferecemos quando o temos e, mesmo que não o dediquemos em oferta, acabamos por perdê-lo. Admiravelmente, por momentos, temo-lo na "mão", entre os braços e abraçamo-lo em triunfo meigo e até de gratidão, todavia... quando os sonhos são sonhos deles mesmos, são areia fina de uma ampulheta que se esvazia. Ainda assim, há sonhos nossos, verdadeiros que a realidade nos deixou construir sobre essses alicerses que nos tomam, e somos felizes... Admiravelmente!

Com os desejos de uma excelente semana

Escolha entre... beijos e abraços

Gleidston disse...

Belissimo poema Efigênia, seus poemas sempre bem acompanhado de uma boa dosagem de reflexão,parabens.

desejo á voce uma otima semana.

bjcsss

*Lisa_B* disse...

Linda Efigênia

Vi no blog da Verdinha" Je Vois la Vie en Vert" que tinha linkado o meu blog com a tela que somboliza o meu filho autista e sua familia mais proxima eu e minha filha.
Obrigada...
de facto estou a precisar de toda a ajdua e divulgação possivel porque se todos ajudarem em algo mesmo que sejam ideias daquilo que ue posso fazer para lém do que fáço e mostro no meu blog...e possa continuar a proporcionar todo o acompanhamento que ele precisa e que até ao momento tenho dado mas agora ficou mais complicado.
Tenho um post só a falar disto e das artes e trabalhos que posso fazer.
Seu blog está muito lindo e tem textos poesias muito interessantes que precisam ser lidas com tempo por isso já estou seguidora para vir ca nas minhas noites de insonia ler..e depois comentar.

Beijinhos meus com carinho.

Ana Martins disse...

O sonho é realmente o que comanda a vida.
Deixemo-nos pois levar por ele, sem no entanto perder a noção do que é compreensivel e razoavel.

Gostei muito do seu poema!

Beijinhos,
Ana Martins

Kim disse...

Muito simpática a tua visita!
São os outros que me iluminam e não eu que nada tenho para dar a não ser um ombro amigo.
Como tens razão, amiga!
Não há sonho que dure eternamente. Mas vale a pena continuar a sonhar!
Beijinho

Felipe Sérvulo disse...

Enhorabuena. Me gusta tu poesía.

Pena disse...

Oh, Maravilhosa e Linda Poetisa Doce:
Que ternura e encanto. Delicioso sentir.
"...Quando tiver um sonho, construa um altar:
um espetacular altar de rua
que lhe couber em sorte no ato de amar
ainda que imperfeito à luz da Lua!

Quando você sonhar, construa um caminho
de saibro ou granito, pouco importa!,
onde a Lua possível seja o linho
dum telhado com janelas e uma porta!..."

Que "coisa" mais doce. Admirável e fabulosa.
Tem uma sensibilidade de encantar, sabia?
Fascinado por tanta pureza e beleza ímpares em versos geniais...
Com imenso respeito e estima

Beijinhos

Pena

OBRIGADO pela simpatia expressa no meu blog.
Bem-Haja, amiga terna gigante.
Lindaaaaaaaaa!

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Efigênia,

Esse seu poema fala de um sonho que sabe trilhar um caminho e que maravilha quando a paisagem é bonita.

Muito lindo!

Depois passe o endereço de seu blog de selos, quero conferir e deixar meu carinho.

Beijo grande, menina linda.

Rebeca

-

Mustafa Şenalp disse...

Çok güzel site.:)

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá Efigênia! Como sempre, mais uma bela criação. Adorei o poema, muito profundo. Parabéns!

Mais uma vez de passagem, só que desta vez me tornei seguidor. Até quando permitires. É claro!

Beijos,

Furtado.

Ademir Antônio Bacca disse...

Efigênia,
desculpe a demora em vir conhecer o teu espaço. estou me recuperando de uma cirurgia na mão esquerda, que tem me mantido longe do computador. vim, vi e gostei. voltarei outras vezes. abraços

ellen disse...

Não há sonhe que dure,
por ser um infiel,
mal o desejo solte,
ele derruba o amor!

para si com um beijinho :)

Mateus Araujo disse...

murri/


Tu és demais!
o.O

virgínia além mar- peixe voador disse...

Efigênia amada Poetisa tua pena inscreve na mente dos leitores a essencia da arte - imaginação

O teu Poema Sonho conecta-nos ao mundo das fadas,
belíssima inspiração,
sonhemos...
bjs da tua virgínia